Principal

 

IMG_9632

A peça fala sobre o amor, os caminhos e descaminhos das relações amorosas, de forma original misturando ficção e realidade. A cada apresentação contamos com um público específico, a fim de desdobrar e aprofundar a dramaturgia e a cena. O monólogo começou com 20 minutos e aumenta a cada apresentação até chegar em 50 minutos ou 1h. Iniciou-se na casa de algumas pessoas, sendo apresentado inicialmente para 1 pessoa de cada vez e a cada semana o público vai sendo acrescido de 2 a 40 pessoas, depois vai para lugares públicos, passando por pequenas salas de apresentação até chegar à um teatro, onde será apresentado para 100 pessoas. Os primeiros 20 minutos foram apresentados 10 vezes e a cada apresentação o número de repetições vai decrescendo até ser apresentado 1 vez em um teatro. Após ser apresentado para 100 pessoas 1 vez, no dia seguinte será apresentado novamente para 1 pessoa de cada vez, 10 vezes!

A peça trata de um processo em desenvolvimento, por isso ainda existem materiais sendo desenvolvidos. Todo o projeto está sendo registrado em filme e fotografia, que junto ao diário com as notas da atriz e às observações do “espião cúmplice testemunha”, António Pedro Lopes, analista do desenvolvimento do processo, formam esses pequeno inventário da vivência. Todo o processo está disponibilizado para o público neste blog criado especialmente para a publicação do experimento.

Outro objetivo do projeto é estimular o interesse do público pelo teatro a partir de novas relações: proximidade e cumplicidade entre a atriz e espectadores; experiência do ato teatral no ambiente doméstico ou em locais que normalmente não recebem teatro e como essa vivência rompe com a dinâmica cotidiana do local. Além de incluir as impressões de espectadores no processo de escolha de diretrizes no processo de criação

IMG_9244

 

LOGOMARCAS _ FINALIZADO